HABILIDADES SOCIAIS E EMOCIONAIS PARA PROFESSORES 

É urgente cuidar da saúde mental dos professores. Aquela profissão cheia de romance e doação atualmente é uma das que mais geram quadros de sofrimento mental. As pessoas que cuidam de outros geralmente não são boas em cuidar de si mesmas.

 

Os professores, em uma simples interpretação, têm seus “grandes corações” e senso de missão arraigados, se doam tanto que às vezes não têm mais uma gota de si e isso pode levar ao sofrimento mental. Não tem como "oferecer um copo vazio".  Quase a metade dos professores em pesquisas recentes relataram sintomas de sofrimento mental, isto afeta a produtividade do trabalho e geram muitos gastos com a sua saúde.

 

A Sociedade mudou, e com ela novos desafios surgem que se não forem bem gerenciados acabam por gerar outras dificuldades. É o que ocorre com os profissionais da educação. O exercício desta profissão por si só já é gerador de estresse. Os efeitos do estresse contínuo podem ser drasticamente prejudiciais ao bom funcionamento do professor levando-o à perda da motivação, comprometendo da sua produtividade além de causar adoecimento.

 

O estresse profissional tem causas externas, porém estas causas conjugadas com fatores internos podem potencializar o desenvolvimento de transtornos. Portanto, fortalecer e aumentar os recursos pessoais é fundamental para o cuidado com a saúde mental do professor.

 

Uma destas estratégias está em desenvolver HABILIDADES SOCIAIS E EMOCIONAIS, que por sua vez, estão voltadas a favor da resiliência que favorecem formas mais adaptativas para deixar o dia a dia menos exaustivo.

A aprendizagem de HABILIDADES SOCIAIS E EMOCIONAIS estão sendo implantadas mundialmente em escolas com o intuito de preparar os alunos para uma vida adulta mais saudável e produtiva. Mas, tem se questionado muito a falta destas habilidades nos professores, sendo urgente esse aprendizado para os que o oferecem. É importante que os professores invistam em si mesmos buscando algo que lhes possa beneficiar.

Escolas e professores geralmente são muito bons em pensar no bem-estar de seus alunos. “Consideramos que temos o dever de cuidar de nossos alunos. Normalmente, não pensamos em nosso próprio bem-estar - até que seja tarde demais e estamos doentes”, afirma um professor.  “É vital que geramos nosso próprio bem-estar, pois não podemos ensinar alunos a se gerenciarem se não podemos gerenciar a nós mesmos”, acrescenta.

Desenvolver as HABILIDADES SOCIAIS E EMOCIONAIS é uma estratégia pautada em evidências para o desenvolvimento e fortalecimento  destes fatores internos. É necessário investir em si mesmo, em espaços fora da escola. Bons professores geralmente doam tudo que tem, e para sustentar esse esforço, é necessário cuidar de si mesmo.

Aqui tem um programa específico para desenvolver HABILIDADES SOCIAIS E EMOCIONAIS para professores.

Lucinê Costa e Silva

Psicóloga CRP 04/22623